COMPARTILHAR

Janeth dos Santos Arcain, ala-armadora da principal geração do basquete feminino do Brasil, que conquistou duas medalhas olímpicas, prata em Atlanta 1996 e bronze em Sydney 2000, além do título mundial em 1994, receberá o Troféu Adhemar Ferreira da Silva. O prêmio tem como objetivo homenagear atletas e ex-atletas que representem os valores que marcaram a carreira e a vida do bicampeão olímpico no salto triplo como ética, eficiência técnica e física, esportividade, respeito ao próximo, companheirismo e espírito coletivo.

O nome do troféu faz alusão a Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico do salto triplo. Janeth receberá a  homenagem das mãos da filha de Adhemar, Adyel Silva, no Prêmio Brasil Olímpico, em evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), na próxima terça-feira, em Aracaju (SE).

“Fiquei muito emocionada quando recebi a notícia do presidente Paulo Wanderley. Acho que todos os valores do Adhemar me representam e acrescentaria ainda a disciplina. Receber o Troféu das mãos da filha do Adhemar, para mim, é como se ele mesmo tivesse entregando. É uma representação de todo o trabalho que a gente fez para o esporte brasileiro, passando de mãos em mãos. É mais um motivo de alegria, de orgulho e de representatividade”, disse Janeth. “Significa valorização da luta, do que a gente sempre busca, de uma sociedade mais igualitária, de atletas, principalmente negros, que representam esses valores. Estar juntos de grandes atletas e personalidades que receberam esse prêmio para mim é uma honra”, completou.

“Receber o Troféu das mãos da filha do Adhemar, para mim, é como se ele mesmo tivesse entregando. É uma representação de todo o trabalho que a gente fez para o esporte brasileiro, passando de mãos em mãos. É mais um motivo de alegria, de orgulho e de representatividade”, completou Janeth.

O Troféu Adhemar Ferreira da Silva se junta a outras homenagens que Janeth já recebeu. Em 2014, entrou no Hall da Fama exclusivamente voltado ao basquete feminino e que tem sede nos Estados Unidos pelos quatro títulos da WNBA com o Houston entre 1997 e 2005. Cinco anos depois, entrou para o Hall da Fama da Federação Internacional de Basketball (FIBA).