COMPARTILHAR

Nesta segunda-feira, a Seleção Brasileira feminina de basquete embarcou para Belgrado, na Sérvia, onde disputa entre 10 a 13 de fevereiro o Pré-Mundial da modalidade em busca de uma vaga na Copa do Mundo da Austrália, em fevereiro. Parte do grupo embarcou do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, enquanto outra parte se junta ao time na capital sérvia vindo dos Estados Unidos, Itália, Eslovênia, Espanha e Portugal.

Positiva para covid, a ala Patty Teixeira não viajou. A jogadora ficará em quarentena em São Paulo e fará exame RT-PCR nos próximos dias. Assim que negativada, se junta ao restante do grupo.

Lays, Thayná, Aline Moura e Mariane se apresentaram no Brasil. Stephanie e Kamilla embarcam dos Estados Unidos; Alana, Érika e Débora, da Espanha; Tainá, da Itália; Ramona, da Eslovênia; Rapha Monteiro e Jeanne, de Portugal; O técnico José Neto parte de Angola.

Ao todo, o Brasil terá 14 jogadoras nos treinos em Belgrado. Dessas, 12 vão para a bolha da FIBA no dia 7 de fevereiro e atuam no Pré-Mundial. O local de preparação é o mesmo utilizado antes do Pré-Olímpico de Bourges, em 2020.

O Brasil terá Austrália a Austrália no dia 10. Já no dia 12, a rival será a Coreia do Sul. E a Seleção fecha sua participação no dia 13, contra a Sérvia. São quatro times em busca de três vagas. Como as australianas já estão classificadas por serem anfitriãs da Copa do Mundo, Brasil, Sérvia e Coreia do Sul disputam dois lugares no torneio.