COMPARTILHAR

Nesta sexta-feira, a CBF anunciou o desligamento de Leonardo Gaciba do comando da Comissão de Arbitragem da entidade. A decisão ocorre um dia depois de um pênalti marcado para o Flamengo que causou muita reclamação e indignação de integrantes do Bahia.

“A Confederação Brasileira de Futebol informa que, nesta data, deu início a um processo de reformulação na estrutura da arbitragem brasileira, que começa com a substituição do comando de sua Comissão de Arbitragem”, comunicou a CBF.

“O Presidente em exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues Gomes, conversou com o Presidente da Comissão de Arbitagem, Leonardo Gaciba, nesta sexta-feira (12) e o entendimento mútuo foi pela necessidade de uma mudança, com a implementação de novos procedimentos visando maximizar os acertos e minimizar os erros de todos os envolvidos”, continuou o comunicado.

Alício Pena Júnior, então vice-presidente da Comissão de Arbitragem, assume o comando interino da área até o término da das competições nacionais de 2021.

“Assumirá a função interinamente, até a conclusão das competições da temporada 2021, o atual Vice-Presidente da Comissão de Arbitragem, Alício Pena Júnior, a quem o Presidente Ednaldo Rodrigues parabeniza, desejando sucesso no cargo e colocando a estrutura da entidade à inteira disposição da Comissão de Arbitragem para o constante aperfeiçoamento e desenvolvimento da arbitragem nacional”, finalizou a nota oficial.

Leonardo Gaciba estava no cargo desde 2019, quando foi contratado pelo presidente da CBF na época, Rogério Caboclo. O ex-árbitro chegou para comandar uma época em que ocorreram investimentos em tecnologia, como a implementação do VAR, alvo de diversas polêmicas no período.