COMPARTILHAR

O Corinthians até saiu na frente do Red Bull Bragantino, nesta quarta-feira, mas levou a virada e perdeu por 2 a 1 em plena Neo Química Arena, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado deixou o Timão com quatro pontos, na 11ª colocação. O Massa Bruta, ainda invicto, é o quarto colocado, com oito pontos.

Resumo

O Corinthians começou dando a bola ao Red Bull Bragantino e ocupando bem os espaços. Na primeira oportunidade que teve, o Timão foi fatal.

Fábio Santos infiltrou pelo meio, Gustavo Mosquito cruzou e Roni precisou de duas chances para mandar para as redes.

A partir daí, o time de Sylvinho passou a encontrar muita dificuldade para jogar. Os visitantes apertaram e começaram a empilhar oportunidades de gol, até sair o empate, no início do segundo tempo.

Escanteio bem batido na cabeça de Aderlan, que testou para o gol, sem chance para Cássio.

O sofrimento corintiano continuou e, no finalzinho, João tentou fazer uma proteção dentro da área e viu Eric tomar a bola e dar a vitória para os visitantes.

E agora?

O Corinthians vai visitar o Bahia, em Pituaçu, domingo, às 16h horas. Já o Red Bull Bragantino tem compromisso no sábado, contra o Flamengo, às 21 horas, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 2 RED BULL BRAGANTINO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data: 16 de junho de 2021, quarta-feira

Horário: 20h30 horas (de Brasília)

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Cartões amarelos: Gil, Cássio (COR)

GOLS:

Corinthians: Roni, aos 18 minutos do 1T

Red Bull Bragantino: Aderlan, aos 6, e Eric, ais 39 minutos do 2T

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo e Roni; Gustavo Mosquito, Luan (Léo Natel) (Ramiro) e Mateus Vital (Araos)

Técnico: Sylvinho

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Weverson; Raul, Lucas Evangelista e Pedrinho (Eric); Artur, Ytalo e Helinho (Cuello)

Técnico: Maurício Barbieri