COMPARTILHAR

Paulinho foi oficialmente apresentado no Corinthians na tarde desta sexta-feira e ainda não sabe como será utilizado na escalação do técnico Sylvinho. Isso porque o treinador pode tentar usá-lo mais à frente, perto dos atacantes, ou como ele atuava lá em sua primeira passagem pelo clube, de segundo volante.

“Acho que as minhas características continuam as mesmas (de sua primeira passagem). Óbvio que nos últimos dois anos, atuando na China, realmente joguei mais à frente devido à necessidade na época. O Canavarro (técnico) me adiantou um pouco mais, jogava praticamente como segundo atacante. Não é a minha função, que é de segundo volante, que chega à frente”, disse o novo camisa 15 do Timão.

Durante toda a passagem do jogador pelo futebol chinês, foram 74 gols em 176 jogos, além de 24 assistências, algo acima da média para sua posição de origem. Ele chegou a ser vice-artilheiro do campeonato nacional nas edições de 2019 e 2020 (19 e 12 gols, respectivamente). No Al-Ahli, seu último clube, foram apenas quatro jogos, mas ele marcou duas vezes. O “volante artilheiro” deixou essa decisão nas mãos da comissão técnica.

“Todos sabem a minha função, o que posso fazer de melhor, então cabe ao professor Sylvinho decidir, o que ele achar melhor, vim aqui para ajudar”, finalizou.

Paulinho jogou no Corinthians entre 2010 e 2013, quando conquistou Mundial, Libertadores, Campeonato Brasileiro e Paulista. No treino desta sexta, após sua apresentação, ele treinou normalmente com os companheiros.

A equipe dá o pontapé na temporada com a primeira rodada do Campeonato Paulista, no dia 25 de janeiro, na Neo Química Arena, contra a Ferroviária.