COMPARTILHAR

Foi na raça, mas o Cruzeiro conseguiu sair de campo com a vitória por 2 a 1 neste sábado. Visitando a Caldense no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro, a Raposa saiu atrás, mas virou nos acréscimos para somar mais três pontos. João Diogo abriu o placar para a Veterana. Giovanni e Edu balançaram as redes para os visitantes.

Com o resultado, o Cruzeiro assumiu a liderança provisória do Campeonato Mineiro. O Atlético-MG enfrenta a Patrocinense neste domingo e pode recuperar a ponta da tabela.

O Cruzeiro volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, contra o Democrata de Governador Valadares, no Mineirão. A Caldense, por sua vez, encara a Patrocinense, fora de casa, no mesmo dia.

O jogo – A Caldense começou o jogo com tudo. Logo aos dois minutos de jogo os donos da casa deram seu cartão de visita com João Diogo, que recebeu dentro da área, limpou a marcação, mas foi travado na hora do chute. Depois, em finalização de fora da área, Alemão testou Rafael Cabral, mas o goleiro do Cruzeiro fez a defesa sem grandes problemas.

De tanto insistir, a Caldense foi premiada com o gol aos 12 minutos. João Diogo recebeu na entrada da área, levou para o meio e bateu firme, mandando a bola no cantinho após o desvio de Maicon, sem chances para Rafael Cabral.

A partir de então, a Caldense adotou uma postura mais conservadora, dificultando a vida do Cruzeiro, que tentava rodar a bola, mas não conseguia criar boas jogadas pela falta de espaço.

Segundo tempo

O início da etapa complementar foi muito parecido ao do primeiro tempo. A Caldense criou as melhores oportunidades, assustando em chutes de João Diogo, para fora, e de Alemão, espalmado por Rafael Cabral.

Mas, apesar da superioridade dos donos da casa, quem acabou balançando as redes foi o Cruzeiro. Aos 28 minutos, em cobrança de falta, Giovanni bateu cruzado, no contrapé do goleiro, esperando que alguém completasse para o gol no meio do caminho, mas a bola acabou passando por todo mundo e morrendo no fundo das redes.

Com o empate, o Cruzeiro se animou na reta final do jogo e chegou a carimbar o travessão em cruzamento fechado de Rafael Santos, que ia encobrindo Renan Rinaldi. Depois, já nos acréscimos, Eduardo Brock cabeceou à queima-roupa, praticamente na pequena área, exigindo grande defesa do goleiro da Caldense.

Antes do apito final, ainda teve tempo de Giovanni, autor do gol do Cruzeiro, e Paulo Vitor, da Caldense, serem expulsos após protagonizarem discussão dentro de campo, mas o que deu um tom ainda mais emocionante á partida foi o gol de Edu, no apagar das luzes, completando desvio de cabeça de Maicon, para garantir a suada vitória da Raposa.

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 1 X 2 CRUZEIRO

Local: estádio Dr. Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas (MG)

Data: 05 de fevereiro de 2022, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima

Assistentes: Celso Luiz da Silva e Fernanda Nandrea Gomes Antunes

Gol: João Diogo, aos 12 do 1ºT (Caldense); Giovani, aos 28 do 2ºT, e Edu, aos 51 do 2ºT (Cruzeiro)

Cartões amarelos: Matheus Muller, Alemão, Pablo Paradal (Caldense); Mateus Silva (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Giovanni (Cruzeiro); Paulo Vitor (Caldense)

CALDENSE: Renan Rinaldi; Yuri Ferraz, Jonathan, Lucas Mufalo e Mateus Muller (Michael); Guilherme Borges, Ikaro (Igor Pimenta) e Alemão (Paulo Vitor); João Diogo (Pablo Pardal), Douglas Eskilo (Marco Aurélio) e Neto Costa.

Técnico: Gian Rodrigues

CRUZEIRO: Rafael Cabral; Gabriel Dias (Geovane), Maicon, Mateus Silva (Eduardo Brock) e Bidu (Daniel); Adriano, Pedro Castro, Marco Antônio (Rafael Santos), João Paulo e Giovanni; Thiago (Edu).

Técnico: Paulo Pezzolano