COMPARTILHAR

Nesta quinta-feira, o técnico do Cruzeiro, Paulo Pezzolano, concedeu uma entrevista coletiva já visando a final do Campeonato Mineiro, diante do Atlético-MG. O treinador tratou de ressaltar a diferença entre as equipes e tirou a responsabilidade de vencer da Raposa, dizendo que é “um jogo mais”.

“Estamos em uma construção constante, chegamos à final depois de dois anos sem chegar. A responsabilidade é toda deles, sabemos que para Atlético-MG, se não ganhar esse jogo, é um fracasso, para nós é um jogo mais. Estamos em construção e o principal objetivo do ano é subir para a primeira divisão. Hoje não podemos comparar com Atlético-MG, é uma realidade, pela história recente. Estamos em construção, este jogo não vai marcar nada neste sentido, sinceramente”, disse o técnico.

“Seria muito bom ganhar? Sem dúvida. Mas sabemos que hoje não há comparação entre Atlético-MG e Cruzeiro. Então estamos tranquilos, só de chegar na final foi um trabalho muito bom. Eu sei que a história do Cruzeiro merece o campeonato, mas o presente é outra realidade. Vamos buscar o campeonato? Sem dúvida. Vamos fazer frente? Sem dúvida. Somos conscientes de que podemos ganhar o jogo? Também. A pressão é toda deles e para nós é um jogo mais”, acrescentou Pezzolano.

No jogo da primeira fase, o Cruzeiro chegou a sair ne frente com Vitor Roque. Porém, o Galo virou com gol de Ademir nos momentos finais da partida.

O duelo da final do Campeonato Mineiro, em jogo único, será disputado às 16h30 (de Brasília), no Mineirão. A decisão será única, com cada torcida ocupando 50% do estádio.