COMPARTILHAR

O Flamengo dominou a 50ª edição do Prêmio Bola de Prata, um dos mais tradicionais do futebol brasileiro. Nesta segunda-feira, em evento realizado no Memorial da América Latina, diversos jogadores rubro-negros compareceram à festa e acabaram voltando para casa com o icônico troféu. Dos 11 jogadores da Seleção Bola de Prata, sete eram atletas do Mengão, além do treinador Jorge Jesus.

Gabigol foi o principal destaque do evento, e também não poderia ser diferente. O camisa 9 do Flamengo levou duas bolas de prata para casa, uma por ter sido o melhor centroavante e outra por ter sido o artilheiro do Brasileirão, com 25 gols. Como se não bastasse, ele também faturou a bola de ouro, prêmio dado ao melhor jogador do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras e Santos tiveram dois representantes na Seleção Bola de Prata. Pelo lado do Verdão, Gustavo Gómez e Dudu foram premiados. Jorge e Lucas Veríssimo, por sua vez, foram os nomes do Peixe na cerimônia.

Alvo de diversos clubes do Brasil, o atacante Michael foi eleito revelação do Campeonato Brasileiro, enquanto Jorge Jesus faturou o prêmio de melhor treinador. Já no futebol feminino, Millene, do Corinthians, foi contemplada com a bola de prata. Arrascaeta, eleito o melhor meia do torneio, também faturou o prêmio de gol mais bonito do Brasileirão, marcado contra o Ceará, no Castelão.

Confira como ficou a seleção bola de prata: Diego Alves; Rafinha, Gustavo Gómez, Lucas Veríssimo e Jorge; Willian Arão, Gerson e Arrascaeta; Dudu, Bruno Henrique e Gabigol.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Marcelo Baseggio e Guilherme Serrano*

Facebook Comments