COMPARTILHAR

A partir de 2021, a Fórmula 1 terá um novo regulamento, que foi aprovado pelas equipes da categoria. A principal mudança ficará por conta dos carros, que serão projetados para permitir mais disputas e perseguições entre os pilotos.

Além disso, foi aprovado um novo teto orçamentário, estipulado em 175 milhões de dólares (cerca de R$ 703 milhões), com o objetivo de promover um maior equilíbrio entre as equipes. Em termos de comparação, em 2018, a Mercedes gastou aproximadamente R$2 bilhões.

Com isso, a publicação de um novo regulamento determina os próximos rumos da Fórmula 1 de acordo com os seguintes tópicos:

– Carros mais aptos a batalhar na pista

– Uma competição mais equilibrada na pista

– Um esporte no qual o sucesso é determinado mais pela forma como uma equipe gasta seu dinheiro, não quanto gasta – incluindo, pela primeira vez, um teto de custo totalmente aplicável (US$ 175 milhões por temporada) nas regras da FIA.

– Um esporte que é um negócio melhor para os participantes e mais atraente para novos participantes em potencial.

– Um esporte que continua a ser a principal competição de corridas de automóveis do mundo e a vitrine perfeita de tecnologia de ponta.

Facebook Comments