COMPARTILHAR
(REPRODUÇÃO/F1.COM)

A polêmica do Grande Prêmio do Canadá, envolvendo o piloto Sebastian Vettel, ganhou um novo episódio. Nesta segunda-feira, a Ferrari exerceu o seu direito de revisão da punição imposta ao alemão, que o fez perder a corrida no último dia 9 de junho.

De acordo com o código esportivo da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), é dado o direito de revisão “caso seja descoberto um elemento novo, significativo e pertinente que não estava à disposição das partes”.

Agora os comissionários esportivos devem estudar a validade do recurso e as provas colhidas pela Ferrari, e em seguida dar a sua avaliação final. Caso aprovado, a FIA ouvirá a escuderia italiana.

Na ocasião, os comissionários da prova entenderam que Vettel realizou um regresso perigoso à pista na 48ª volta do GP do Canadá, ao prensar Lewis Hamilton (Mercedes) contra a parede depois de sair do trajeto. Ainda segundo os comissionários, a manobra teria impedindo o britânico de assumir a liderança.

A punição ao piloto alemão foi de cinco segundos, o que lhe custou a vitória, que ficou com Hamilton, seu principal rival na briga pelo campeonato.

A punição causou grande polêmica no mundo do automobilismo, com críticas de fãs e ex-pilotos, que entenderam a manobra de Sebastian Vettel como normal.

Facebook Comments