COMPARTILHAR

Da pior maneira possível, Charles Leclerc viu escapar a sua primeira vitória na Fórmula 1. O garoto prodígio largou na pole position, perdeu a posição para o companheiro Sebastian Vettel, se recuperou, mas acabou não podendo contar com seu principal aliado: o carro. Nas últimas voltas, um problema no motor fez com que o monegasco perdesse potência e, consequentemente, a posição para Lewis Hamilton.

O jovem piloto de 21 anos foi ultrapassado também por Bottas, mas conseguiu segurar o terceiro lugar, graças a um safety car forçado pelos carros da Renault. Assim, pelo menos, Leclerc subiu ao pódio pela primeira vez na breve carreira.

Fizemos o melhor que deu, mas é muito difícil de aceitar. Claro que estou muito desapontado, mas também tivemos sorte dentro de uma situação de muito azar com a entrada do safety car. Sem ele, não terminaríamos no pódio e não sei como seria em relação ao combustível”, pontuou.

“Mas agradeço ao time pelo carro. Não tive uma boa largada, mas fomos fortes durante toda a corrida. É uma pena perder em terceiro, mas isso faz parte do automobilismo. Como já disse antes, eu foco no potencial de sempre fazer e dar o melhor. Parabéns ao Lewis e ao Valtteri e tenho certeza que voltaremos mais fortes”, completou.

Muito sereno após a corrida, Leclerc recebeu o apoio de Hamiton, que fez questão de falar e consolar o jovem. O pentacampeão reconheceu que teve sorte, admitiu situação difícil para o monegasco, mas exaltou o piloto, dizendo que seu futuro será brilhante e ainda terá muitas vitórias.

Facebook Comments