COMPARTILHAR

Neste domingo, no Grande Prêmio da Bélgica, Charles Leclerc garantiu a primeira vitória da Ferrari na atual temporada da Fórmula 1. O triunfo, aliás, passou por uma ultrapassagem sobre Sebastian Vettel, seu companheiro de equipe.

Sabendo que estava mais lento que o monegasco, o alemão da Ferrari permitiu a ultrapassagem, atendendo assim aos pedidos da escuderia italiana. Após a corrida, Vettel preferiu minimizar o fato.

“Hoje foi para o time. Após as primeiras voltas, senti que não era capaz de cuidar dos pneus da maneira que gostaria e, a partir desse momento, eu estava lá apenas para tentar ajudar a equipe, o que fiz…Eu estava sofrendo nas curvas, o que permitiu que Hamilton se aproximasse. Não aguentei ele por muito tempo. Eu tentei fazê-lo perder tempo para dar uma sobra ao Charles e, no final, foi apenas o suficiente, então valeu o trabalho”, disse.

Além disso, o tetracampeão mundial disse que não estava se sentindo bem com o carro, mas não soube explicar o motivo para tal.

“Eu não tinha ritmo, não me sentia confortável com o carro…Eu estava lutando para ter aderência, escorregando demais. Foi uma corrida bastante difícil para mim. Acho que estava escorregando mais do que Leclerc, mas não sei por quê”, completou.

Facebook Comments