COMPARTILHAR

Por conta da pandemia do coronavírus, a Fórmula 1 também foi paralisada. Com isso, o piloto Charles Leclerc viu a oportunidade de se juntar às equipes de voluntários da Cruz Vermelha de Mônaco.

Charles, de máscara, conduziu a viatura da organização nas ruas de Monte Carlo, e ajudou na entrega de refeições a idosos residentes da cidade que receberam recomendações de isolamento social absoluto, por pertencerem ao grupo de risco da doença.

Foto: Divulgação/Monaco Red Cross

O piloto da Ferrari é embaixador da Fundação Princesa Charlene de Mônaco. Ele também ajudou no transporte de equipamentos para o Hospital Princesa Grace. Leclerc tem apoiado a Princesa Charlene na promoção do uso de máscaras e participado de corridas de simuladores que recolhem donativos para apoio às atividades da Organização Mundial de Saúde.

Em suas redes sociais, a Fórmula 1 parabenizou o piloto pela iniciativa.

Facebook Comments