COMPARTILHAR

O meia Alex teve passagens marcantes por Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro e Fenerbahçe ao longo da bem-sucedida carreira. Em preparação para iniciar a carreira de técnico, o ex-jogador não descarta a possibilidade de, eventualmente, treinar Corinthians, Atlético-MG e Fenerbahçe, mas praticamente veta o Athetico-PR.

“Acho que a pergunta teria que ser ao contrário: se essas equipes viriam atrás de mim para me contratar”, ponderou Alex em entrevista ao Dazn. “Quem tem a relação com o Palmeiras, com o Cruzeiro é o ex-jogador. A história fica, não se apaga. A relação com os clubes vai sempre existir”, prosseguiu o ex-meia.

Formado nas categorias de base do Coritiba, Alex escolheu encerrar a carreira pelo mesmo clube. Portanto, diante de suas raízes alviverdes, comandar o Athletico-PR, arquirrival na capital paranaense, é algo que não faz parte dos planos do futuro treinador.

“O único clube que tenho relação pessoal, enquanto torcedor e relação familiar, é o Coritiba. Aí, sim, é difícil eu ir ao Athletico. Essa é uma situação que acho até desnecessária. Mas, nos outros lugares, não. Vou ser um profissional de futebol”, explicou.

Com o objetivo de ser treinador, Alex vem passando pelos cursos oferecidos pela CBF e teve seu cronograma de aprendizado atrapalhado pela pandemia de coronavírus. Aos 42 anos de idade, o atual comentarista esportivo espera para retomar o projeto profissional.