COMPARTILHAR

Neste domingo, Marcos Assunção foi o convidado especial do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta. Com uma passagem destacável pelo Palmeiras, o ex-jogador foi perguntado sobre Gabriel Menino, que vem se destacando cada vez mais com a camisa do Verdão.

Na opinião de Marcos Assunção, o futuro treinador do Palmeiras precisa definir uma posição para a revelação, que tem variado entre o meio-campo e a lateral-direita. O ex-jogador do Alviverde destaca que Gabriel Menino precisa ter personalidade na relação com o técnico.

“Ele começou no Palmeiras como volante e, agora, já o colocaram na lateral-direita. Então, acho que os treinadores precisam definir uma posição para ele. Não adianta em um jogo ser volante e em outro ser lateral. Vão ter jogos em que ele vai jogar mal na lateral, assim como vão ter jogos que vai jogar mal no meio. Tem que definir uma posição, ainda mais no início da carreira”, afirmou Marcos Assunção.

“O Tite está convocando ele para a lateral? Tem jogos que ele joga de volante no Palmeiras. Hoje, ele jogou de lateral e foi muito bem, mas já fez muitas partidas como volante. Tem que ter personalidade de chegar no treinador e falar: ‘Olha, gosto de jogar na lateral, ou gosto de jogar de volante’”, completou.

Ao comentar sobre Gabriel Menino, Marcos Assunção relembrou um episódio do início de sua carreira no qual foi deslocado para a lateral-direita.

“Quando comecei lá no Rio Branco, teve um treinador que me colocou na lateral-direita. Eu quebrei a bola. ‘Pelo amor de Deus, não me coloca mais nessa posição, que não sei jogar nela’. Jogo no meio, dando passes para os atacantes”, finalizou Assunção.

Facebook Comments