COMPARTILHAR
Print

A 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B definitivamente não foi boa para os clubes goianos. Na quinta-feira (1/11) o Goiás vencia pelo placar de 2 a 0 até os 47′ da etapa final, mas acabou ficando apenas no empate por 2 a 2. Na noite da última sexta-feira (2/11) o Vila Nova até tentou, mas a trave e o goleiro do Paysandu não deixaram o clube colorado sair com a vitória.

Faltava o Atlético Goianiense entrar em campo, para quem sabe melhorar o desempenho dos goianos nesta rodada. No entanto o time do técnico Wagner Lopes, recebeu nada mais do que o líder da competição Fortaleza, no Estádio Antônio Accioly, em Campinas.

E o torcedor rubro-negro que compareceu para acompanhar o time, viu o líder do campeonato abrir o placar logo aos 14′ do primeiro tempo, o centro avante Gustavo recebeu dentro da área e bateu cruzado sem chances para o goleiro Kléver, Atlético Goianiense 0 x 1 Fortaleza.

Acreditando em uma reação do rubro-negro goiano, o torcedor atleticano continuou fazendo festa e empurrando o time para cima. Mas o time comandando pelo ex-goleiro Rogério Ceni, foi preciso e ampliou o marcador aos 25′ da etapa inicial. Com o resultado construído coube ao time do Fortaleza apenas administrar o resultado.

O Atlético até tentou fazer algo para sair com um resultado melhor, e no apagar das luzes, João Paulo recebeu dentro da área e marcou o gol do clube goiano. Com o resultado o rubro-negro goiano caiu da 5ª para a 7ª posição. Na próxima rodada o time do técnico Wagner Lopes encara recebe o Avai no Estádio Antônio Accioly.

Enquanto o Atlético Goianiense viu o sonho de voltar a primeira divisão mais distante, o Fortaleza com a vitória fora de casa, garantiu sua vaga na Série A do próximo ano, depois de 12 anos fora da competição. Na próxima rodada o time de Rogério Ceni encara o CSA de Alagoas e pode confirmar a conquista do título do Campeonato Brasileiro da Série B de 2018.


Atlético-GO
Kléver, Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Jonathan;
Pedro Bambu, Rômulo (Fernandes) e João Pedro; Vitinho (André Luis), Renato Kayzer e Thiago Santos (Denilson).

Técnico: Wagner Lopes.

Fortaleza-CE

Marcelo Boeck, Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo, Felipe, Marlon e Dodô (Wilson);
Marcinho (Romarinho), Éderson (Derley) e Gustavo.

Técnico: Rogério Ceni.

Facebook Comments