COMPARTILHAR

Com a propriedade de um bicampeão da América, Cafu está convicto de que a Seleção Brasileira estará em campo na final do torneio, a ser realizada em 7 de julho. Nas palavras do ex-lateral, nem a ausência de Neymar impedirá o time de Tite de estar disputando o título no Maracanã.

“Tenho certeza que a Seleção Brasileira vai estar na final. Nós temos outras seleções que também podem chegar, como Colômbia, Argentina, Equador. O Uruguai também tem tradição”, disse Cafu, em entrevista coletiva, em São Paulo.

Cafu confia em uma classificação do Brasil à final da Copa América (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Cafu ainda citou uma situação parecida que ocorreu na Copa do Mundo do Japão e Coreia, em 2002: às vésperas do jogo de estreia, contra a Turquia, Emerson se lesionou e foi cortado por Luiz Felipe Scolari. Na ocasião, o ex-lateral herdou a faixa de capitão e, consequentemente, o direito de levantar a taça do pentacampeonato mundial.

“Emerson era a nossa referência, o nosso capitão. O Brasil foi campeão do mundo, mesmo sem termos nossos melhores jogadores naquela ocasião. Isso pode acontecer com qualquer atleta”, recordou, ciente do que implica a saída de Neymar.

“O que muda é taticamente. O Tite vai ter que montar a Seleção Brasileira sem contar com um dos nossos melhores jogadores, que é o Neymar. Mas isso não impede que a Seleção Brasileira venha a fazer grandes jogos e a conquistar o título”, ponderou.

Antes de levantar o troféu de campeão do mundo, Cafu conquistou a América duas vezes: em 1997, na Bolívia, e em 1999, no Paraguai. Questionado sobre quem poderia se destacar na edição 2019 do torneio, o ex-jogador preferiu não fazer projeções.

“É difícil saber qual vai ser o lateral que vai render melhor, na minha posição, porque nós temos grandes laterais. É muito prematuro fazer um prognóstico de quem vai ser o melhor jogador e quem vai ser o melhor lateral. A gente espera ver grandes jogos. É uma Copa América com excelentes seleções, e quem vier ao estádio vai ver grandes jogos entre grandes seleções”, concluiu.

Facebook Comments