COMPARTILHAR

O técnico Mano Menezes tentou apostar em Deyverson como titular do Palmeiras no comando de ataque, mas o jogador não correspondeu. Assim, Henrique Dourado, ainda em busca do melhor ritmo de jogo, e Miguel Borja têm chance de começar a partida contra o Athetico-PR.

Preferido de Mano Menezes para a posição de centroavante, Luiz Adriano sentiu lesão muscular contra o Santos. Sem o titular, o técnico usou Deyverson no confronto com o Botafogo e resolveu dar um voto de confiança ao confirmar publicamente sua manutenção para o duelo contra a Chapecoense.

Deyverson, no entanto, teve atuação desastrosa diante do adversário catarinense. Trocado por Henrique Dourado aos 13 minutos do segundo tempo, o atacante deixou o gramado sob intensas vaias no Allianz Parque e foi, inclusive, insultado por alguns torcedores.

Recuperado de grave lesão na tíbia, sofrida pelo chinês Henan Jianye, Henrique Dourado reestreou pelo Palmeiras contra o Botafogo e chegou a perder uma grande chance de gol. Diante da Chapecoense, portanto, disputou seu segundo jogo na temporada.

Miguel Borja, por sua vez, foi escalado como titular por Mano Menezes contra o Atlético-MG, mas o técnico ficou insatisfeito com a falta de movimentação do atacante colombiano. Em 2019, ele contabiliza cinco gols marcados em um total de 22 partidas.

O confronto entre Palmeiras e Athletico-PR, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, está marcado para as 19 horas (de Brasília) deste domingo, na Arena da Baixada. No primeiro turno, de pênalti, o meia Raphael Veiga marcou o gol da vitória da partida disputada no Allianz Parque.

Facebook Comments