COMPARTILHAR

Um dia depois da sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, o Corinthians voltou aos trabalhos na manhã desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, iniciando a preparação para encarar o Vasco, no sábado, às 19h (de Brasília), pela terceira rodada da competição. Sem os titulares no gramado, o técnico Fábio Carille fez um esboço da equipe que pode entrar em campo no final de semana. A definição sairá no trabalho desta sexta.

Colocando nove atletas de cada lado, com Renê Júnior de curinga, Carille manteve um lado com atletas possivelmente disponíveis para o duelo em Manaus. Foram escalados Michel, Marllon e Romero; Gabriel e Ramiro; André Luís, Jadson e Mateus Vital; Vagner Love. Ele já adiantou após o triunfo do meio da semana que sentiu o time cansado por um erro de planejamento seu e pode fazer modificações.

Explicam-se os buracos: como tem só quatro zagueiros disponíveis, sem poder contar com Manoel e Pedro Henrique, titulares, Carille deixou Marllon em uma equipe e Bruno Méndez, na outra. É mais provável que um dos zagueiros titulares forme uma dupla com Marllon. Na esquerda, com Avelar ainda se recuperando de dores no joelho, Carlos Augusto é a única opção. Romero apenas “quebrou um galho”.

No meio, Gabriel, sem jogar desde fevereiro, dificilmente será titular. É possível que Carille utilize Richard na função, mas Ralf, que pouco descansa, também tem chances de jogar. Ramiro e Love, que jogaram apenas 45 minutos contra a Chapecoense, estão disponíveis para atuar.

No meio, Mateus Vital e Jadson são presença quase certa. André Luís, utilizado na ponta direita, é uma das opções para o setor. Ali também podem atuar Régis, Janderson e o próprio Pedrinho, que atuou por 60 minutos diante da Chape. Sendo assim, uma escalação provável tem Cássio; Michel, Marllon, Pedro Henrique e Carlos; Ralf (Richard), Ramiro, André Luís (Régis), Jadson e Mateus Vital; Vagner Love.

Tomás Rosolino

Facebook Comments