COMPARTILHAR

O técnico Cuca foi só elogios aos garotos revelados em Cotia que foram titulares neste domingo após a classificação para a final do Campeonato Paulista. Embora tenha trabalhado pouco tempo com os jovens tricolores, o comandante não escondeu a satisfação pelo fato de seus jogadores, apesar da pouca idade, estarem desempenhando um futebol notável nesta reta final do torneio.

“Saímos muito contentes com o que foi apresentado no jogo. No final é natural, por não terem esse processo profissional lapidado, que eles sintam mais o desgaste. Valorizamos o jogo, o empate. Levamos [a decisão] para os pênaltis, trabalhamos bem os pênaltis nessa semana, procuramos quebrar um tabu. Acredito que a torcida do São Paulo está muito feliz com o que viu, com esses meninos. Agora vem uma outra parte, talvez mais difícil do que essa, que é encarar uma final”, afirmou Cuca.

Neste domingo, Antony, Igor Gomes, Luan e Liziero foram titulares mais uma vez e mesmo com toda a pressão vindo das arquibancadas do Allianz Parque acabaram segurando o ímpeto do Palmeiras, que até chegou a balançar as redes, mas teve seu gol anulado, assim como o Tricolor. Aliás, o tento são-paulino que acabou sendo invalidado também foi marcado por um desses garotos. Logo aos três minutos Liziero recebeu cara a cara com o goleiro e mandou para dentro, mas estava à frente da linha defensiva.

“Os dois jogos com o Ituano deram uma confiança, o jogo contra o Palmeiras também. Na segunda-feira comecei a trabalhar, tivemos tempo para trabalhar o Palmeiras, diferente do Palmeiras, que não pode treinar devido aos jogos que tem. O treino é essencial. Conversamos muito com os jogadores, preparamos os jogadores. O Palmeiras tem mais de dez jogadores que têm mais de 100 partidas aqui dentro. Temos meninos que nunca jogaram aqui. Conversamos com eles”, prosseguiu.

“É um jogo diferente, não é campeonato longo. É mata-mata. Você está na casa do adversário, que tem um time superior ao teu, um treinador supercampeão, uma atmosfera muito desfavorável. Eles foram experientes dentro da juventude deles, isso também faz parte do amadurecimento. Não foi um empate achado, acho até que foi justo, tirando o começo do jogo, em que o Palmeiras foi melhor. Mas, as chances mais claras nós tivemos. Elaboramos bem a semana, executamos bem o jogo e sai todo mundo feliz’, completou Cuca.

 

Marcelo Baseggio