COMPARTILHAR

Em duelo direto pela liderança do Campeonato Brasileiro feminino, o Palmeiras perdeu sua invencibilidade. A equipe alviverde foi derrotada pelo Internacional por 1 a 0, neste sábado, no Canindé, pela oitava rodada da competição. Milena foi a autora do único gol da partida.

Com o resultado, o Colorado foi a 19 pontos, colando no Verdão, que segue na liderança, com 20 tentos, mas agora com mais chances de ser desbancado na ponta da tabela pela proximidade de seu concorrentes.

O Corinthians, por exemplo, que entra em campo neste domingo, contra a Ferroviária, pode assumir a primeira colocação do Brasileiro feminino se conquistar uma vitória.

O jogo

O Palmeiras começou mais ligado e quase abriu o placar com Bia Zaneratto. A atacante se antecipou à marcação e completou de cabeça o cruzamento vindo da esquerda, mandando próximo à trave da goleira Gabi Barbieri.

Apesar da chance inicial, o jogo passou a ficar mais truncado após os primeiros minutos. Mas, através das bolas paradas, o Inter quase conseguiu sair na frente. Em cobrança de falta, a goleira Jully teve de sair dos pés para chegar antes de a atacante Sorriso e afastar o perigo na área palmeirense.

Já na reta final da partida, a defesa do Palmeiras cochilou, sendo desarmada, e a atacante Milena, do Inter, recebeu o cruzamento dentro da área, limpando a marcação e batendo cruzado, mas a bola, inacreditavelmente, não entrou, tirando tinta da trave.

Segundo tempo

Se a sorte não jogou ao lado do Internacional no primeiro tempo, melhor na etapa complementar. Logo aos quatro minutos de jogo a atacante Milena foi mais feliz desta vez e conseguiu abrir o marcador, desarmando Sâmia e mandando uma bomba para o gol, encobrindo a goleira palmeirense.

A pressão do Inter continuou, e as visitantes só não ampliaram porque Priscila, de carrinho, completou o cruzamento de Milene, mas mandou para fora, perdendo um gol feito. Mais tarde foi a vez de Duda quase marcar um golaço para o Colorado ao fazer jogada individual e bater cruzado, contando com o desvio de Augustina, que quase marcou contra.

Na reta final, o Palmeiras se viu obrigado a ir com tudo para cima do Inter, tentando correr atrás do prejuízo, e quase empatou com Bia Zaneratto, que driblou duas marcadoras e soltou o pé, exigindo ótima defesa da goleira colorada. Depois foi a vez de Byanca Brasil experimentar de longe, obrigando Gabi Barbieri voar para espalmar outra bola dificílima. Assim, coube às palmeirenses se conformarem com a derrota no Canindé.