COMPARTILHAR

Encarregado de comandar o Palmeiras até a chegada de um treinador, Andrey Lopes vê o time ainda na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Após o triunfo sobre o Atlético-GO, alcançado em Goiânia na tarde de domingo, ele confirmou o desejo de atuar como técnico futuramente, mas se disse plenamente satisfeito como auxiliar.

Com 25 pontos em 17 partidas, o Palmeiras figura na sétima colocação do Campeonato Brasileiro. O torneio nacional é atualmente liderado por Internacional e Flamengo, que contabilizam os mesmos 35 pontos em 18 jogos – o time gaúcho leva vantagem no saldo de gols.

“A distância é grande, estamos um pouco atrás, apesar de que ainda falta a virada do turno e temos dois jogos a cumprir. Mas o Palmeiras tem que brigar sempre: no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores. A torcida pode ter certeza que o Palmeiras vai estar sempre brigando”, garantiu o auxiliar permanente.

Contratado pelo Palmeiras em dezembro de 2017, Andrey Lopes foi auxiliar de Dunga na Seleção Brasileira de 2014 a 2016 e também tem passagens por Internacional e Grêmio. No clube alviverde, já trabalhou com Roger Machado, Luiz Felipe Scolari, Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo.

“Sou um cara bem tranquilo sobre a minha carreira. Ela foi construída com calma e tranquilidade. Estou aqui no Palmeiras muito satisfeito na função que faço, muito mesmo. Plano para minha carreira: quero ser treinador, mas vou levando. Enquanto isso, estou tranquilo aqui, feliz no clube”, definiu.

Com 25 pontos ganhos, o Palmeiras passou a figurar na sétima colocação do Campeonato Brasileiro. Às 19 horas (de Brasília) desta quinta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o time alviverde volta a campo para enfrentar o Red Bull Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid.

Facebook Comments