COMPARTILHAR

Posicionado no comando de ataque, Rony foi um dos protagonistas da vitória sobre o Defensa y Justicia, alcançada na noite de quarta-feira, pela Recopa. Autor do primeiro gol do Palmeiras na Argentina, o atacante se colocou à disposição do técnico Abel Ferreira para exercer a função em novas ocasiões.

Com Luiz Adriano vetado por covid-19, o português decidiu centralizar Rony, completando a linha ofensiva com Breno Lopes e Willian. No primeiro tempo, após receber de Willian, Rony superou Meza e definiu com precisão diante de Unsain, como bom centroavante.

“Estou para ajudar a equipe da melhor maneira possível. Independentemente da função, entramos para dar o nosso melhor. Como o professor sempre fala, temos que fazer o nosso melhor, independentemente de qualquer coisa. Se ele me colocar para jogar até de lateral, vou procurar dar o meu melhor”, disse Rony.

Abel Ferreira considera Luiz Adriano o único centroavante de ofício no elenco e deseja contar com pelo menos três opções para o setor. O Palmeiras chegou a fazer propostas para nomes como Rafael Santos Borré e Valentin Castellanos, mas vem encontrando dificuldades para contratar, o que pode dar novas chances a Rony na posição.

“O Rony é um jogador que pode fazer essa função, com características diferentes. Como ele disse, se precisar de lateral, está disponível. É desses jogadores que o Palmeiras precisa, que colocam os interesses coletivos acima dos individuais”, elogiou Abel Ferreira.

Além de um centroavante, o técnico português também deseja contratar um ponta, especialmente se tiver que usar Rony no comando de ataque com maior frequência. O Palmeiras apresentou proposta pelo canhoto Ademir, mas ainda não convenceu o América-MG.