COMPARTILHAR

O Corinthians não repetiu o brilho da estreia no Campeonato Paulista e ficou apenas no empate com o Mirassol neste domingo. O Timão cedeu diversas oportunidades perigosas ao adversário e também teve dificuldade para criar lances no campo ofensivo.

Para Tiago Nunes, a principal causa da falta de fluidez da posse do Corinthians foi o funcionamento da saída de bola da equipe, que não conseguiu operar com continuidade.

“A gente conseguiu sair algumas vezes da marcação pressão do Mirassol, achamos o passe no volante, no meia, mas muitas vezes não procuramos o ataque. Retornávamos a bola para a defesa. Já disse algumas vezes que a bola precisa ser o meio, não o fim. Esse é o equilíbrio que a gente busca”, analisou o técnico.

Tiago Nunes defende Pedro Henrique, que errou muito neste domingo

Tiago Nunes também comentou sobre o desempenho de Pedro Henrique, que cometeu diversos erros ao tentar sair jogando neste domingo. O treinador revelou uma conversa com o zagueiro, buscando trazer mais confiança para o defensor.

“O Pedro foi muito utilizado na saída pelo lado direito, tem a facilidade por jogar com o pé forte por ali. De fato tomou algumas decisões. O que tenho falado com ele é que não tem que provar nada para ninguém, tem minha confiança. Não precisa tentar corrigir o erro com outra ação que não seja simples. Quando você é mais exposto, tem mais chance de errar. É um processo natural de aprendizado”, pontuou o treinador.

Com o empate com o Mirassol, o Corinthians chegou aos quatro pontos somados no Paulistão, assumindo a liderança do grupo D. Na próxima rodada, o Timão terá pela frente a Ponte Preta, fora de casa, na quinta-feira, às 21h30.

Facebook Comments