COMPARTILHAR

O Corinthians sentiu o peso do início da temporada e não teve um bom desempenho neste domingo, no empate com o Mirassol. Principalmente no segundo tempo, o Timão teve dificuldade para competir com a intensidade imprimida pela equipe do interior.

Após a partida, Tiago Nunes falou sobre a opção de repetir a escalação utilizada na estreia do Campeonato Paulista, deixando claro que tinha consciência que o time teria dificuldade com o ritmo.

“É o preço que vai se pagar pela parte física. Repeti o mesmo time que enfrentou o Botafogo para gerar mais entrosamento e gerar mais entrosamento, então naturalmente sente um pouco mais. Penso que levaremos em torno de oito, dez jogos para conseguirmos adquirir um ritmo legal”, pontuou o treinador.

Corinthians terá maratona até estreia na Libertadores

Apesar da preocupação com o aspecto físico, Tiago Nunes não adiantou se poupará jogadores para a próxima partida, contra a Ponte Preta: “A gente vai avaliar pontualmente quais jogadores vão sentir mais, para mudar ou não para o próximo jogo”.

O Corinthians tem pouco tempo para acertar os detalhes táticos e físicos para a estreia na Libertadores. O primeiro jogo da equipe na competição internacional será no dia 5 de fevereiro. Até lá, o Alvinegro terá dois compromissos pelo Paulistão.

Com o empate com o Mirassol, o Corinthians chegou aos quatro pontos somados no Paulistão, assumindo a liderança do grupo D. Na próxima rodada, o Timão terá pela frente a Ponte Preta, fora de casa, na quinta-feira, às 21h30.

Facebook Comments