COMPARTILHAR

A derrota contra a Argentina, sofrida na tarde desta sexta-feira, fará o técnico Tite refletir. Ainda no King Saud University Stadium, palco do revés por 1 a 0, o treinador da Seleção Brasileira revelou que teve um bate-boca com o astro Lionel Messi.

Tite começou o amistoso com Eder Militão e Lucas Paquetá entre os titulares. Durante o jogo, o comandante trocou Alex Sandro, Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá, Gabriel Jesus e Willian por Renan Lodi, Wesley, Fabinho, Philippe Coutinho, Richarlison e Rodrygo.

“Vou refletir em cima de posicionamentos e desempenhos individuais. A partida de hoje se caracterizou também por contato físico. Vimos quase que duelos individuais”, afirmou Tite, satisfeito com as entradas de Renan Lodi e Fabinho no segundo tempo.

Protagonista da partida, Lionel Messi marcou o único gol contra o Brasil e ainda deu trabalho ao goleiro Alisson em, pelo menos, mais duas ocasiões. Durante a partida disputada em Raid, o camisa 10 argentino teve uma discussão com o treinador adversário.

“Só reclamei que era para ele ter tomado um cartão. Ele me mandou calar a boca e eu disse que era para ele calar a boca. Depois, terminou. É do jogo e pronto”, minimizou Tite, para quem não foi pênalti de Alex Sandro sobre Messi, lance que originou o gol argentino.

Em jejum desde o título da Copa América, a Seleção Brasileira tem apenas mais uma chance para reencontrar a vitória nesta temporada. Às 10h30 (de Brasília) de terça-feira, em Abu Dhabi, o time dirigido por Tite encontra a Coreia do Sul no último amistoso do ano.

Facebook Comments