COMPARTILHAR

Titular incontestável da seleção chilena e um dos líderes do elenco, Arturo Vidal ressaltou a importância de estrear na Copa América com autoridade. Enfrentando o Japão na noite desta segunda-feira, no estádio do Morumbi, o volante do Barcelona comemorou a goleada por 4 a 0 mesmo não estando 100% fisicamente.

“Foi um jogo intenso, importante para começarmos com o pé direito. Sempre importante começar ganhando. Tive um problema no tornozelo durante um mês e meio, coisas que não tinham acontecido antes, a seleção me cuidou também, não joguei antes porque queria estar bem fisicamente. Os primeiros 45 minutos foram difíceis, mas no segundo tempo já estava mais relaxado”, comento Vidal, detalhando como se sentiu em campo.

Nesta segunda-feira a seleção chilena tinha a missão de neutralizar Kubo, promessa do futebol do país e que foi contratado pelo Real Madrid. Comparado a Lionel Messi, o jogador chamou a atenção por sua técnica, mas não balançou as redes. O Chile, por sua vez, teve sucesso na missão de frear o rápido ataque rival.

“Nós realmente em 2015 aprendemos a defender a atacar rápido, que é o que o técnico sempre nos pede. Jogamos contra um grande time, mas temos que pensar no próximo. Agora é treinar, mas antes gostaria de agradecer aos meus colegas mais uma vez, obrigado”, completou Vidal.

O próximo compromisso do Chile na Copa América será contra o Equadros, goleado pelo Uruguai também por 4 a 0. A partida entre as duas equipes acontece na sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Um dia antes, o Japão tentará recuperar seu prejuízo diante do forte Uruguai, na Arena do Grêmio.

Facebook Comments