COMPARTILHAR

Nesta sexta-feira, o Internacional anunciou uma série de medidas administrativas implementadas em comunicado assinado pelo diretor executivo Giovane Zanardo. Uma das consequências foi o desligamento de 45 colaboradores de todas as áreas do clube.

“O Sport Club Internacional comunica a implementação e acompanhamento, a partir de hoje, de uma nova série de medidas administrativas, tais como: revisão de todos os contratos com fornecedores estratégicos; Desligamento de cerca de 45 colaboradores, de todas as áreas; Reavaliação de rotinas, processos e sistemas Redução de gastos correntes não essenciais”, informou o Colorado em comunicado.

O Internacional justificou a reestruturação administrativa pela “preocupação com a realidade financeira”, ressaltando que o “futuro pode ser pior se não fizermos o que precisa ser feito agora”.

“Desde o início, a atual gestão colorada tem demonstrado, de forma transparente, sua preocupação com a realidade financeira do Clube e com a necessidade de buscar maior eficiência administrativa e operacional. (…) São decisões que tomamos hoje para construir um amanhã sólido, sustentável e vencedor para o Clube. Porque se o presente é difícil, o futuro pode ser pior se não fizermos o que precisa ser feito agora. Lembrando, sempre, que administramos em nome da torcida e é por ela, e para ela, que devemos gerir o Inter com responsabilidade, honestidade, amor e compromisso com o futuro do clube”, comunicou o clube gaúcho.

O Internacional volta a campo no próximo domingo, quando a equipe visita o Santos, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.