COMPARTILHAR
Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira, a irmã de Vitor Belfort, Priscilla Belfort, completou 44 anos, porém o lutador brasileiro novamente ficou sem a chance de falar parabéns para ela, pois a ex-funcionária pública está desaparecida desde o dia 09 de janeiro. Sem esquecer a marcante data, o atleta nacional publicou um longo e emocionante texto em sua conta oficial do Instagram, destacando a saudade e a dor que sente desde então.

Durante o texto, Vitor destacou que o desaparecimento de um parente é mais doloroso do que a morte. Em diversos momentos, o lutador afirma que se sente arrasado por não ter mais a possibilidade de dar um abraço ou um beijo em sua irmã, que desapareceu no dia 09 de janeiro de 2004 depois de ter ido para o Centro e saído do local que estava para almoçar.

Atualmente com 41 anos, o atleta brasileiro, três anos mais novo que sua irmã, destacou que gostaria muito que Priscilla conhecesse seus sobrinhos: Davi, Vitória e Kyara. Além disso, reforçou que seu pai e sua mãe continuam arrasados e que buscam forças para lidar com a dor.

No fim, o lutador reforçou que o desaparecimento é um eterno enterro até que o caso seja solucionado, já que nos últimos 14 anos não houve comprovação do que aconteceu naquele dia com Priscilla Belfort. Ao longo da investigação, a polícia chegou a ouvir um relato de uma suspeita e fazer exame de DNA em um corpo em uma favela do Rio de Janeiro, porém nada foi confirmado e dado como definitivo.

Facebook Comments