COMPARTILHAR

A chegada de Tiago Nunes no comando técnico do Corinthians foi um divisor de águas para Ralf e Jadson. Isso porque, logo na sua coletiva de apresentação, o treinador revelou que ambos os jogadores não faziam parte dos seus planos.

Andrés Sánchez voltou a comentar sobre as saídas de Ralf e Jadson

Questionado a respeito dos motivos que culminaram na dispensa dos atletas, o presidente Andrés Sánchez, em entrevista concedida à ESPN Brasil, deixou claro que o acidente automobilístico envolvendo o volante e a forma física do meia-atacante não foram determinantes.

“O acidente e a demorara para entrar em forma não tem nada a ver com a rescisão de contrato deles. Logo na primeira reunião que tivemos com o Tiago, obviamente ele falou a respeito dos jogadores que estavam no elenco e outros que ele queria contratar. Levando em consideração a maneira com que ele queria armar o time, Ralf e Jadson não se encaixavam”, comentou.

O mandatário do Timão voltou a frisar que a decisão de rescindir o contrato dos jogadores foi exclusivamente técnica, mas teve o aval da diretoria.

“Ele sabe que ambos são jogadores vestiram a camiseta do Corinthians com muita honra e não achava justo deixá-los no clube sem levar para os jogos. Diante disso, ele achou que seria melhor cada um seguir a sua vida. Ele teve o aval da diretoria, mas foi uma decisão técnica”, finalizou.