COMPARTILHAR

Um dos pilares da boa campanha do Botafogo neste começo de Campeonato Brasileiro é o goleiro Gatito Fernández, que protagonizou defesas importantes nas vitórias de 3 a 2 sobre o Bahia e de 1 a 0 sobre Fortaleza e Fluminense.

Esses resultados levaram o time a nove pontos, figurando na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores, o chamado G-6. Ele também é nome certo no duelo do próximo domingo, às 16h (de Brasília), diante do Goiás no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), pela quinta rodada do Brasileirão. Porém, depois deste jogo o atleta se apresenta à seleção do Paraguai para um período de treinos de olho na Copa América de junho, que será disputada no Brasil.

Gatito ficará de fora do time nos jogos contra Palmeiras, Vasco, CSA e Grêmio, os que restam ao Botafogo antes da paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa América. O Alvinegro, porém, estuda solicitar a liberação dele para os jogos contra o Sol de América, do Paraguai, pela Copa Sul-Americana, dias 22 e 29 de maio.

Apesar desta tentativa de liberar Gatito, o Botafogo aposta em seu substituto, o experiente Diego Cavalieri.

“O Cavalieri conta com a nossa confiança. Nós acreditamos demais quando tivemos a oportunidade de trazê-lo por tudo que já realizou na carreira com Seleção Brasileira, campeão Brasileiro e muito mais. Ele está confiante de que está no mesmo nível do Gatito. Também estamos felizes pela convocação do Gatito, que foi muito justa. É um sonho importante para ele disputar esta Copa América. Faz parte do planejamento de sua carreira”, disse Flávio Tênius, preparador de goleiros do Botafogo, em entrevista à “Super Rádio Tupi” do Rio de Janeiro.

Além de Diego Cavalieri, o Botafogo conta para a posição com Saulo e Diego Loureiro, ambos revelados nas categorias de base do Botafogo.

O elenco do Botafogo participou de um treino tático nesta quarta-feira, e nesta quinta o treinador Eduardo Barroca deve definir a escalação que será utilizada contra o Goiás. Vetados contra o Fluminense por apresentarem um quadro de desgaste muscular, o lateral-esquerdo Gilson e o meia João Paulo devem ficar à disposição da comissão técnica. O primeiro, porém, deve ficar no banco de reservas, pois Jonathan é o titular. O segundo disputa vaga com Gustavo Bochecha, Cícero e Alex Santana. Os quatro lutam por três postos no setor. O treino desta quinta-feira será na parte da tarde.

Gazeta Press

Facebook Comments