COMPARTILHAR

Faltam apenas 150 dias para o início dos Jogos Sul-americanos Assunção 2022, no dia 1º de outubro. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) levará quase 500 atletas de 43 modalidades para a capital paraguaia. Essa é a maior delegação do Time Brasil no ciclo olímpico. A expectativa é voltar a liderar o quadro de medalhas, depois de ter ficado na segunda colocação, atrás da Colômbia, na edição de Cochabamba, na Bolívia, em 2018.

“O Brasil irá com atletas de alto nível para a disputa dos Jogos Sul-americanos. É um evento importante para o Comitê Olímpico do Brasil e, como sempre, nossa expectativa é uma evolução no quadro de medalhas. Nesse caso, é retomar a liderança na América do Sul. Tenho total confiança de que o país será muito bem representado em Assunção”, disse o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Os XII Jogos Sul-Americanos serão realizados na cidade paraguaia de Assunção entre os dias 1 e 15 de outubro de 2022. O evento contará com 56 modalidades, além do xadrez como esporte de exibição, com a participação de mais de 6.800 atletas e oficiais dos 15 países que compõem a ODESUR (Organização Desportiva Sul-americano).

História

Os Jogos Sul-Americanos começaram a ser disputados em 1978, dois anos após a criação da ODESUR, em 26 de março de 1976, com o objetivo de difundir o movimento olímpico por todo o continente. A cidade de La Paz, na Bolívia, foi escolhida como sede dos primeiros Jogos Sul-Americanos denominados à época de “Jogos do Cruzeiro do Sul”.

Naquele ano, a cidade de La Paz recebeu de 3 a 12 de novembro, 480 atletas de Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai que participaram de 16 eventos esportivos. Para se ter noção do crescimento do evento, na última edição, Cochabamba 2018, foram 4027 de 14 países disputando 35 modalidades.

A Argentina conquistou sete – a seis primeiras e a que foi sede – das dez edições deste evento (La Paz 1978, Rosário 1982, Santiago 1986, Lima 1990, Valencia 1994, Cuenca 1998 e Buenos Aires 2006). O Brasil liderou o quadro de medalhas em 2002, quando foi sede, e em Santiago 2014. Já a Colômbia conquistou as edições Medellín 2010 e Cochabamba 2018, a mais recente.