COMPARTILHAR

O Paraná Clube enfrenta no domingo o Rio Branco, pela segunda rodada da Taça Dirceu Krüger,o segundo turno do Campeonato Paranaense, tentando manter o embalo após vencer o FC Cascavel na estreia. O técnico Dado Cavalcanti, que pode fazer mudanças pontuais, não confirmou a equipe, mas sinalizou que a base será mantida para consolidar a formação ideal que imagina para o time.

“Está em aberto, não tem uma definição. Já tenho na minha cabeça em tentar mexer o mínimo possível na estrutura. O mais importante é o modelo como nos apresentamos e isso tem que ser mantido independente de quem for entrar em campo”, disse o treinador, que projeta uma pequena meta para o Tricolor. “A vitória é fundamental no processo de classificação do segundo turno. Fundamental para depois fazer os dois jogos em casa e trazer nosso torcedor”, emendou.

Sobre as apresentações da equipe, sempre com placares apertados, disputas duras, Dado já adiantou para o torcedor que não esperam por espetáculo, mas terão muita entrega do grupo. “É um time de operários. Falar para o nosso torcedor que vamos chegar em campo e dar espetáculo e golear nossos adversários seria desonesto da minha parte. É um time que todo mundo se doa”, concluiu.

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes

Facebook Comments