COMPARTILHAR

O técnico Fernando Diniz sente a falta de Marinho e ainda não sabe quando poderá utilizar o atacante no Santos. 

O camisa 11 se recupera de lesão muscular na coxa esquerda e ainda não voltou a treinar em campo.

“Marinho faz muita falta, até quando não está muito inspirado. Chama a atenção, equipes adversárias se preocupam e nosso time se sente mais à vontade com ele no campo. Não consigo precisar sobre o retorno, avaliamos no dia a dia e departamento médico ainda não tem uma data específica. Pode treinar e ficar à disposição a qualquer momento. Hoje não consigo adiantar”, disse Diniz, em entrevista coletiva.

Marinho deve seguir como desfalque contra o Athletico-PR na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Lucas Musetti Perazolli