COMPARTILHAR

Everson cobrou primeira falta pelo Santos contra o Mirassol

Everson, do Santos, chamou a atenção no Ceará não só pelas defesas difíceis, mas também pela habilidade com os pés. Tanto é que fez um gol de falta contra o Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2018.

E, desde então, o goleiro pouco apareceu “no ataque”. Jorge Sampaoli não aprovou as cobranças no ano passado, mas Jesualdo Ferreira deixa o camisa 22 tentar. A primeira delas ocorreu contra o Mirassol, no Campeonato Paulista, e parou na barreira.

“Sampaoli não me deu tanta oportunidade, mas Jesualdo viu meu bom trabalho batendo falta e falou que liberaria. Liberou contra o Mirassol, foi bem próxima da grande área com barreira próxima, e não consegui. Sigo trabalhando para um dia fazer gol pelo Santos e entrar na história”, disse Everson, à Rádio Transamérica.

Everson comentou sobre como surgiu a vontade de bater faltas e da experiência ao lado de Rogério Ceni, atualmente técnico do Fortaleza e maior goleiro artilheiro da história.

“Eu nasci goleiro, mas jogava bem como goleiro-linha no salão e na base do São Paulo passei a treinar também em meio ao sucesso do Rogério Ceni. Não fiz gol de falta na base, mas fiz de pênalti. Sempre tentei aprimorar e no Ceará o Sérgio Soares me deu oportunidade para bater em jogos. Em 2018, o Lisca, antes do jogo contra o próprio Santos, perguntou quem poderia bater faltas por causa das ausências do Pio e Ricardinho. E eu disse que sim, ele liberou e depois de quatro faltas fiz gol no Corinthians”, explicou o goleiro.

Novas tentativas de Everson devem ocorrer quando o futebol brasileiro for retomado – não há previsão por conta da epidemia do novo coronavírus. Atletas e funcionários do Santos entraram em férias coletivas de 1 a 20 de abril.

Lucas Musetti Perazolli

Facebook Comments