COMPARTILHAR

Luan chegou ao Corinthians para ser “o cara”. Reforço mais caro, o meio-campista ganhou a camisa 7 e teve o respaldo de boa parte da torcida também por ser torcedor assumido do clube desde criança.

Tecnicamente, não há muita dúvida do que Luan é capaz de fazer e da importância que ele pode ter para o time. O problema é que o meia nunca foi um jogador reconhecido pela raça ou por dar carrinhos no gramado, características que a Fiel tanto valoriza e que são cobradas, principalmente em momentos conturbados, como este que a equipe está atravessando agora.

Luan foi contratado como o grande reforço do Timão para 2020 (Foto: Divulgação/Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Apesar de algumas críticas, pelos números de Luan no Campeonato Paulista, fica claro porque ele tem vaga garantida entre os titulares. Segundo o Footstats, em 10 jogos, foram 21 assistências para finalização dos companheiros, líder disparado neste quesito dentro do elenco.

Luan também foi responsável por 23 finalizações, outro número que ninguém alcançou ainda, 47 cruzamentos, 8 lançamentos, 8 viradas de bola, 370 passes e 14 desarmes.

Na Copa Libertadores da América, foi dele o gol que colocou o time em vantagem contra o Guaraní-PAR, em Itaquera, após jogada individual e chute de fora da área. No fim, com um a menos, o time sucumbiu.

Para esse casamento dar certo, está claro que a técnica de Luan terá de se sobressair para que ninguém sinta falta de uma doação em campo, sem a bola, que o meia não pode dar. Reverter a fase corintiana é primordial para este aspecto individual. E com Luan à disposição, as chances do Corinthians serão sempre maiores.

LUAN

Jogos pelo Corinthians: 12

NO PAULISTÃO

Jogos: 10

Gols: 2

Assistências para finalização: 21

Cruzamentos: 47 (16 certos e 31 errados)

Desarmes: 14

Finalizações: 23 (8 certas e 15 erradas – 1º)

Lançamentos: 8 (5 certos e 3 errados), média de 0.8

Passes: 370, média de 37 e 88.9% de acerto

Viradas de bola: 8 (7 certas e 1 errada), média de 0.8

Tiago Salazar

Facebook Comments