COMPARTILHAR

Mesmo com a liberação de Federação do Rio de Janeiro, o Fluminense rejeitou o retorno das atividades no CT do clube a partir desta segunda-feira. O meia Nenê elogiou a postura da diretoria tricolor e destacou que o momento é de preservação da saúde.

“A preocupação maior deve ser com a segurança de todos. A saúde em primeiro lugar, sempre. Entendo que resolver isso não deve ser nada fácil e espero que os responsáveis tomem as melhores decisões para todos nós”, disse ao jornal Lance!

Nenê defendeu a posição da diretoria (Foto: Divulgação/Lucas Merçon/FFC)

Nenê tem se exercitado com regularidade durante a quarentena pela pandemia de coronavírus. O meia utiliza as redes sociais para mostrar um pouco do seu trabalho para manter a forma. O jogador falou sobre sua rotina atualmente, em sua casa.

“Estou aproveitando com a família, tenho treinado bastante e a resenha com o grupo sempre rola. Procuramos falar de coisas aleatórias e não sobre futebol. O clube nos recomendou cuidado não somente com a parte física, mas também com a situação da pandemia”, declarou.

Foco na Copa do Brasil

Mesmo sem a previsão de retorno dos jogos, Nenê admitiu que o foco do Fluminense será a classificação na Copa do Brasil. Para o meia, os tricolores devem evitar uma eliminação precoce, assim como aconteceu na Sul-Americana.

“Temos totais condições de fazermos um grande jogo pela Copa do Brasil e conquistarmos, em casa, a classificação. Aprendemos com o que aconteceu na Sul-Americana para não cometermos os mesmos erros. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais a equipe pra que possamos fazer uma grande temporada”, comentou.

O Fluminense perdeu o jogo de ida por 1 a 0 para o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O duelo de volta deve acontecer no Maracanã.

Gazeta Press