COMPARTILHAR

Já classificado para as oitavas de final da Libertadores, o Palmeiras está focado nas finais do Campeonato Paulista. Após eliminar o Corinthians no domingo, o Verdão se prepara para enfrentar o São Paulo na grande decisão. Em entrevista exclusiva para o Gazeta Esportiva, da TV Gazeta, o goleiro Weverton projetou o Choque-Rei.

“Chegamos na decisão, vamos brigar para vencer, como a gente sempre faz. Estamos diante de um grande adversário, que também chegou por mérito, que tem uma grande equipe. Como eu falei, vai ser um grande jogo, vai ser uma grande decisão”, declarou.

“Acho que (Palmeiras e São Paulo chegaram na final) porque fizeram por merecer dentro de campo, buscaram a vitória. Fizeram boas campanhas, venceram seus adversários e chegaram na decisão. São duas grandes equipes, vai ser com certeza uma grande final”, completou.

Com sete vitórias consecutivas, o Palmeiras vive seu melhor momento na atual temporada. Antes, no entanto, o time comandado por Abel Ferreira passou por um momento conturbado, ficando em situação complicada na fase de grupos do Paulistão. Mesmo não utilizando força máxima na maioria dos jogos do Estadual, o Alviverde garantiu vaga nas quartas de final na última rodada.

Com a classificação assegurada, o Verdão bateu Red Bull Bragantino e Corinthians, ambos fora de casa, para chegar na decisão. No Derby, Abel Ferreira voltou a utilizar o time considerado titular no Paulistão. O goleiro Weverton falou sobre o rodízio do elenco durante o torneio e garantiu que o clube não deixou o Estadual de lado em nenhum momento.

“Acho que o Palmeiras sempre esteve muito focado em todos os jogos. Às vezes a gente fala que o treinador tem trinta jogadores. Quando ele diz que todo mundo vai jogar e todo mundo é titular,  às vezes as pessoas acham que um é titular e o outro não. São estratégias que se faz de preservar um jogador para um jogo e levar para outro que o treinador faz. Mas o Palmeiras sempre levou a sério tudo que disputou. Independente se a gente não tivesse classificado também naquele momento, o Palmeiras jogou sempre pra vencer. O nosso grupo (no Campeonato Paulista) foi o que mais pontuou. A gente não foi líder no geral, mas nosso grupo foi o que mais fez pontos, era um grupo difícil. Tem um que peso maior”, concluiu.

O duelo de ida entre Palmeiras e São Paulo será realizado na quinta-feira, às 22 horas (de Brasília), no Allianz Parque. Já o confronto de volta da final está marcado para domingo, às 16 horas, no Morumbi. Antes, as duas equipes entram em campo pela Libertadores nesta terça-feira. Enquanto o Alviverde recebe o Defensa y Justicia, da Argentina, às 19h15, o Tricolor encara o Racing, às 21h30, em casa.