COMPARTILHAR

Conversas em um aplicativo de mensagens instantâneas atestam que o São Paulo, de fato, solicitou ao América-MG a carga de ingressos a que tem direito antes do prazo limite, desmentindo a versão dada pelo clube de Minas Gerais, que nesta terça-feira foi às redes sociais anunciar que são-paulinos não poderiam assistir ao jogo de quinta na Arena Independência.

Nos prints que a reportagem da Gazeta Esportiva teve acesso consta a solicitação do departamento de marketing do São Paulo realizada no dia 26 de novembro, ou seja, bem antes da data limite, que são de três dias úteis antes do jogo. Na ocasião, um funcionário do América-MG não deu indícios de que haveria qualquer dificuldade com a questão.

Nesta segunda-feira, o São Paulo voltou a procurar o América-MG para tratar do repasse de ingressos para o jogo de quinta. Em outro print, um funcionário do Coelho garante ao Tricolor que “está tudo ok”.

Após anunciar nesta terça de que torcedores são-paulinos não acessariam a Arena Independência pelo fato de o São Paulo não ter solicitado ingressos, o América-MG voltou atrás e garantiu horas mais tarde que, “em comum acordo”, as entradas seriam disponibilizadas.

A partida desta quinta-feira tem caráter decisivo para ambas as equipes. O América-MG figura na oitava colocação e é o dono da última vaga para a Pré-Libertadores. O São Paulo, 13º, pode desbancar o Coelho e ficar com a classificação, mas, para isso, é preciso vencer o jogo e contar com tropeços de Atlético-GO, Ceará, Santos e Internacional.

Marcelo Baseggio