COMPARTILHAR

Luisa Stefani busca nesta quinta-feira uma vaga na semifinal do WTA 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, último grande torneio de tênis  preparatório para o US Open, que começa no dia 30 deste mês. Ao lado da canadense Gabriela Dabrowski, enfrenta as japonesas Shuko Ayoama e Ena Shibahara.

Na quarta-feira, a dupla derrotou a bielorrussa Victoria Azarenka e a americana Jessica Pegula por 2 sets a 1 em 1h29min. Foi a sétima vitória seguida de Stefani e Dabrowski, campeãs do WTA 1000 de Montreal.

“Uma ótima vitória, jogo de altos e baixos, abrimos 4 a 0 no primeiro set, 4 a 1 no segundo, deixamos voltarem um pouco, elevaram o nível, devolveram bem. Eu estava um pouco mais agitada que nos outros jogos. Azarenka e Pegula são ótimas jogadoras de simples, por mais que pareça controlado, elas sempre têm jogo para voltar se não ficarmos atentas”, analisou Luisa, que conquistou a medalha de bronze do torneio de duplas dos Jogos Olímpicos de Tóquio ao lado de Laura Pigossi.

“De qualquer forma, fiquei feliz da maneira como lidamos no match tie-break com nossa energia, após perder cinco games seguidos no segundo set, indo mais da maneira correta taticamente, mais precisas e agressivas na rede. Agora é contra as japonesas, que joguei tantas vezes. Será a primeira ao lado da Gabi, animada com esse desafio”, completou.