COMPARTILHAR

O tenista Novak Djokovic foi detido novamente na Austrália após ter seu visto cancelado pela segunda vez. O número 1 do mundo foi levado ao Park Hotel, centro de detenção de imigrantes, onde ficou isolado na semana passada.

O destino do sérvio será decidido no domingo, quando acontece uma audiência marcada no tribunal federal da Austrália.

A defesa de Djokovic pediu que jogador ficasse em liberdade, mas o governo decidiu pela detenção do atleta. O sérvio ficará no Park Hotel até a audiência, onde será decidido se o tenista joga o Grand Slam ou será deportado.

Djokovic teve seu visto cancelado pela primeira vez logo ao chegar na Austrália. Sem estar vacinado, o sérvio anunciou que possuía uma exceção médica para não receber o imunizante. Contudo, as autoridades australianas alegaram irregularidades na documentação do tenista.