COMPARTILHAR

Mais de 135 tenistas de diferentes países, incluindo um Top 30 da ATP, estão envolvidos em um escândalo de apostas fraudulentas, divulgaram nesta segunda-feira o canal de televisão alemão ZDF e o jornal Die Welt.

Segundo essas informações, a investigação se concentra na França, Bélgica, Espanha e Estados Unidos. Um Top-30, vencedor de três torneios ATP, estaria envolvido.

“Trata-se da rede de uma máfia armênia, que abrange sete países europeus e organiza fraudes em larga escala”, disse Eric Ziscchop, vice-procurador geral da Bélgica, responsável pela investigação, ao ZDF.

O ZDF e o Die Welt fizeram contato com um jogador alemão envolvido, identificado como Max H. “Ele reconheceu que estava sujeito a um processo, mas não queria se manifestar publicamente”, disse o canal de TV.

A investigação está quase chegando a suas conclusões, que devem ser publicadas em alguns meses, segundo a mídia alemã.

Facebook Comments