COMPARTILHAR

Com mais de 50.000 estudantes de escolas públicas, entre 6 e 12 anos, o Projeto Massificação Maria Esther Bueno, do Rede Tênis Brasil (RTB), dá um importante passo ao ampliar este ano sua área de atuação no país. Já presente nas cinco regiões, o projeto chega a mais sete cidades: Vitória (ES), Itaguaí (RJ), São Luís (MA), Mariana e Ouro Preto (MG), Sobral (CE) e Balneário Camboriú (SC).

Ao todo, o Projeto Massificação estará em 29 cidades de 11 estados e mais o Distrito Federal. Araras, Barueri, Fernandópolis, Jaguariúna, Piracicaba, Santana de Parnaíba, São João da Boa Vista e a capital, no estado de São Paulo; Mangaratiba, no Rio de Janeiro; Vila Velha, Serra, Guarapari, Cachoeiro do Itapemirim, Anchieta e Piúma, no Espírito Santo; Nova Lima e Belo Horizonte, em Minas Gerais; Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; Brasília, no Distrito Federal; Itumbiara, em Goiás; Belém, no Pará; e Recife, em Pernambuco, já fazem parte.

Além de aprender tênis, os participantes recebem reforço escolar de matemática e português, ensino da língua inglesa e inclusão digital, graças a parcerias com a iniciativa privada.

A ideia é impactar as crianças e os jovens e prepará-las para o ingresso no ensino superior e na busca do primeiro emprego, bem como ampliar a quantidade de tenistas na base e proporcionar uma continuidade de prática e aprendizado aos alunos dos últimos anos.

“O Projeto Massificação materializa nosso sonho de tornar o tênis uma modalidade popular e acessível para crianças do ensino público. E poder levar o esporte a um maior número cidades a cada ano só corrobora com o desenvolvimento do projeto”, afirma Marcelo Motta, diretor técnico do RTB.

“Nossa meta é atender 20 mil crianças por ano e sem o apoio dos nossos parceiros não conseguiríamos ampliar o acesso e transformar a vida desses participantes”, completa Raphael Barone, diretor-executivo do RTB.