COMPARTILHAR
Douglas Souza. (Reprodução/Facebook)

O Taubaté chegou à grande decisão da Superliga masculina de vôlei depois de eliminar o Cruzeiro, derrotado nas três partidas iniciais da série de melhor de cinco. Na final, a equipe do interior de São Paulo fará a final contra o Sesi-SP, que despachou o Sesc-RJ. O ponteiro Douglas Souza foi eleito o melhor jogador em quadra e analisou a partida difícil contra os mineiros, além de celebrar a premiação individual.

“Viemos para cá prontos e sabendo que, com toda a história no vôlei que eles construíram, eles não iam se entregar. Sabíamos que ia ser difícil ganhar e fechar a série em 3 a 0. Mas, soubemos contornar os momentos difíceis durante a partida e saímos daqui mais fortes para chegar à final. Não esperava pelo VivaVôlei hoje e fiquei muito feliz pelo troféu e pelo time”, afirmou o campeão olímpico. 

O treinador do Taubaté, Renan Dal Zotto, enalteceu o desempenho do adversário ao longo da temporada e ainda ressaltou o equilíbrio do confronto entre os dois times.

“É claro que estamos todos muito felizes com essa classificação, mas quero parabenizar o Sada Cruzeiro, que teve a coragem de colocar dois jovens de titulares o tempo todo, que são o Fernando Cachopa e o Rodriguinho. Hoje foi um jogo onde os detalhes fizeram a diferença, qualquer um podia sair vencedor e nos fomos agraciados com a vitória”, destacou Renan.

Do outro lado, o comandante do Cruzeiro, Marcelo Mendez, lamentou a eliminação, mas revelou estar tranquilo pelo fato de seu time ter jogado um vôlei de qualidade na semifinal.

“O time jogou de igual para igual, e deu o seu melhor. Não estamos felizes com este resultado, mas estamos tranquilos, porque deixamos tudo o que podíamos dentro de quadra. Agora é começar de novo e nos reorganizar para a próxima temporada. Mas não podemos também nos esquecer das coisas positivas que tivemos. Foi uma temporada difícil, de muita superação”, avaliou Mendez.

Facebook Comments