COMPARTILHAR

O Brasil foi amplamente dominado pelos Estados Unidos na final do vôlei feminino dos Jogos de Tóquio e ficou com a prata. Após a partida, Fernanda Garay reconheceu a superioridade estratégica das americanas em quadra, mas garantiu que as brasileiras deram tudo de si.

A atleta também destacou que a trajetória das equipes até a final pode ter moldado as estadunidenses da maneira mais adequada para um jogo decisivo.

“Acho que a nossa preparação foi a melhor possível, a gente sabia da dificuldade desse jogo, por ser uma final olímpica. A gente sabia que elas dariam tudo delas, não tenho dúvida que a gente também deu tudo da gente. Talvez estrategicamente elas conseguiram jogar melhor do que a gente, elas foram muito agressivas no saque, e a gente teve que ficar muitas vezes segurando e atrás do placar. Eu estou muito orgulhosa do nosso grupo, do que fizemos até aqui”, afirmou à TV Globo.

“Elas tiveram mais adversidades do que a gente, que conseguiu se impor em mais jogos, isso talvez tenha fortalecido elas neste momento. A gente não tinha dúvida de que poderia fazer uma grande partida, elas foram melhores, e o esporte é isso. Uma hora se ganha, outra se perde. Infelizmente, hoje foi nosso vez de sentir a derrota, e dói para caramba, mas estou muito orgulhosa do que a gente fez. A gente lutou muito e deixou tudo lá na quadra”, completou.

Garay confirmou que esta final foi o último jogo olímpico que disputou em sua carreira, aproveitando para exaltar o grupo com quem conviveu nos últimos anos.

“É péssimo agora, porque a gente não conseguiu vencer. Mas o esporte é assim mesmo, foi muito bom estar com esse grupo todo esse tempo. Eu curti cada momento com essas gurias, tenho muito orgulho delas. Um grupo que veio desacreditado e se fortaleceu em momentos de dificuldade, volto para casa orgulhosa de tudo o que a gente fez e de onde a gente chegou”, finalizou.