COMPARTILHAR

A prata conquistada pela Seleção feminina de vôlei nos Jogos de Tóquio é um resultado importante e até acima do previsto pelos resultados da equipe nos últimos anos, mas o desempenho da modalidade fica abaixo das edições anteriores na Olimpíada. Desde de 2004, o Brasil ganhava o título olímpico na quadra, ou com os homens ou com as mulheres.

A sequência foi iniciada em Atenas, com a conquista do time masculino contra a Itália. Nas duas edições seguidas dos Jogos, foi a vez da equipe feminina ganhar, em finais contra as norte-americanas. Já no Rio-2016, os homens voltaram a vencer contra os italianos – sendo que haviam obtido a prata também em 2008 e 2012.

Por sinal, a equipe masculina ficou fora do pódio olímpico pela primeira vez desde 2000. O time campeão da Liga das Nações perdeu a semifinal contra o Comitê Olímpico Russo e a decisão do bronze diante da Argentina.

Nos Jogos de Tóquio, a França foi a campeã olímpica do vôlei masculino, enquanto os Estados Unidos venceram no feminino.

No vôlei de praia, o Brasil também teve o pior desempenho desde 1996, quando a modalidade foi incorporada ao programa olímpico. Foi a primeira vez que nenhuma dupla brasileira (masculina ou feminina) subiu ao pódio dos Jogos.